Amplitude de movimento na musculação, por que ela é tão importante?

Rate this post

A amplitude de movimento na musculação é uma das variáveis mais importantes e deve ser uma das bases de seu treino. Veja neste artigo, as razões para isso!

 

Ontem mesmo, eu estava na academia treinando e vi uma cena comum: uma moça estava fazendo o exercício de cadeira extensora, com aproximadamente 50 kg. Ela aparentava não ser muito “forte”. O movimento, que deveria ter uma angulação de 90°, quase não chegava a 45°. Resumo: ela estava colocando a articulação do joelho em risco e o estímulo muscular era menor do que poderia ser. Tudo isso, por falta de amplitude de movimento.

 

consultoria online fitness

 

A amplitude de movimento na musculação é um fator primordial, para que os estímulos sejam adequados. Eu até arrisco a dizer, com base nos resultados que tenho com meus alunos, que ela é muito mais importante que a carga.

 

Leia também: Guia de treino para iniciantes!

 

Afinal, exercício sem amplitude gera pouco ou nenhum resultado, independentemente de qual carga está sendo usada.

Se você já lê e pesquisa sobre musculação, sabe que o que estou escrevendo aqui, não é novidade.

Mas já parou para se perguntar por que a amplitude de movimento é importante na musculação?

 

Amplitude de movimento na musculação, por que ela é tão importante?

 

Existem vários fatores. O principal deles, está ligado a qualidade da contração muscular. Quanto mais amplo o movimento, maior a qualidade da contração muscular.

– Mas como assim, Sandro?

Vou resumir um pouco o processo de contração muscular. Nas fibras musculares, existem faixas, também conhecidas como bandas, que deslizam umas sobre as outras no processo de contração muscular.

Basicamente, elas “puxam” umas às outras, fazendo com que os músculos se contraiam.

Quanto usamos um exercício com pouca amplitude de movimento, este deslizamento das fibras não é completo.

Com isso, as microlesões teciduais que seriam causadas pelo exercício, acabam sendo menores do que poderiam ser. Com isso, os estímulos ficam abaixo das necessidades para que haja um correto processo de adaptação.

E não adianta usar mais carga. O estímulo ficará abaixo do que se espera.

Por isso, é fundamental usar uma amplitude de movimento adequada e segura.

 

Como melhorar a amplitude de movimento na musculação?

 

No geral, a amplitude de movimento está ligada a diferentes fatores, que devem ser melhorados.

 

  • Melhore sua flexibilidade

O primeiro deles é a flexibilidade. Sem um bom treino de flexibilidade, não há como melhorar de fato a amplitude de movimento. Você precisa, necessariamente, de uma boa amplitude articular.

Estes treinos de flexibilidade podem ser feitos de diferentes formas. Estáticos, balísticos entre outros métodos.

Quanto ao momento de realização, eles podem ser feitos antes ou depois da musculação, desde que o músculo treinado não seja alongado (mais especificamente, em treinos mais intensos).

Você pode, por exemplo, alongar coxas, glúteos e panturrilhas no dia que treina peito.

Ou então, pode fazer o treino de flexibilidade em momentos distintos, caso sua rotina permita.

amplitude de movimento na musculação 2

  • Aprimore a qualidade dos movimentos

Se você não consegue agachar corretamente sem carga, como vai usar peso no movimento? Primeiro aprenda a execução, depois use cargas maiores.

Um dos fatores que mais compromete a amplitude de movimento e a qualidade dos exercícios, é a falta de qualidade nos movimentos.

Por isso, é fundamental trabalhar com diferentes movimentos, com carga adequada e muito controle. Isso vai fazer com que a amplitude de movimento seja aumentada.

 

  • Use movimentos mais controlados

Há momentos na periodização para hipertrofia, onde iremos usar movimentos mais rápidos. Mas isso acontece, no geral, em momentos mais específicos.

Fora esta questão, seu treino precisa ter um controle dos movimentos. Este controle, geralmente é feito com uma cadencia um pouco mais lenta. Controlar o ponto final do movimento, o ritmo em cada fase, será fundamental para que você tenha uma melhora na amplitude de movimento.

 

  • Treine!

Somente com treino, sequencial e controlado, é que você conseguirá aumentar sua amplitude de movimento na musculação. Sem isso, esqueça!

Muitas vezes, leva-se meses para obter uma melhora considerável na amplitude de movimento. Não espere resultados rápidos. Treine, de forma constante e organizada.

Somente assim você irá conseguir ter melhores resultados em seu treino!

 

Se tudo isso é confuso, você não sabe por onde seguir, conheça minha consultoria online! Com ela, você para de perder tempo com um treino sem resultados e passa a chegar aos objetivos que traça!

 

Bons treinos!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *