taper 2

Taper, quando menos é mais em seu treinamento!

Rate this post

Dentro de uma boa estratégia de treinamento, é muito importante que a supercompensação sempre seja levada em conta. Veja mais sobre a importância do Taper neste contexto!

 

Este é um texto muito importante para você que treina de maneira disciplinada durante todo o ano. Se você é daqueles que burla constantemente seu treino, que raramente termina o programa da maneira que ele foi concebido, pode parar a leitura por aqui, o texto não é para você! Brincadeiras à parte, o Taper é uma importante estratégia para quem quer ter bons resultados em seus treinos, com toda a segurança necessária.

Quando pensamos em uma periodização, muito mais do que apenas definir datas e métodos de treino, temos que estipular as alterações de intensidade e volume no período em questão. O descanso planejado é fundamental para que possamos ter melhores resultados em termos de hipertrofia. Por isso, dentro de uma estratégia de periodização bem aplicada, temos que ter períodos com mais e menos intensidade. Nos períodos em que o volume e a intensidade dos treinos é menor, temos o que chamamos de Taper!

taper

Taper, o que é este período?

 

De maneira geral, o Taper significa um período onde reduzimos o volume e a intensidade dos treinos, com o objetivo de potencializar a hipertrofia ou o resultado que se almeja. Na corrida de rua por exemplo, este período também é chamado de polimento e é realizado alguns dias antes de determinada prova.

Sem me apegar a termos técnicos, seria basicamente o seguinte: você está treinando de maneira correta e sem burlar os treinos durante um bom tempo. Com isso, seu corpo está recebendo estímulos constantes. Num período pré-determinado, você reduz propositadamente os treinos. Por exemplo, se você treina 40 minutos, com determinado grau de intensidade, vai treinar 20 minutos, sempre de maneira submáxima. Com isso, seu corpo irá “descansar” e ocorrerá a supercompensação. Os resultados disso são bastante positivos. Você irá perceber uma melhora em suas condições gerais, terá melhora em termos de hipertrofia e reduzirá consideravelmente os riscos de overtraining e de lesão.

 

Como usar o Taper de maneira adequada

 

Esta é uma questão complexa. Muitas vezes vejo algumas pessoas indicando o Taper para 2 ou 3 vezes no ano. Mas tudo vai depender de que maneira seu treino é conduzido. Se o seu treino é feito em alta intensidade, será necessário que você faça mais períodos de Taper durante o ano. Da mesma maneira, se você usa uma periodização ondulatória, terá menos necessidade de Taper. Tudo isso altera consistentemente a maneira como o Taper pode ser feito.

Além disso, temos outras questões a serem levadas em conta. É possível, por exemplo, usar um Taper para determinados grupamentos musculares apenas. Se você apresenta um desenvolvimento menor em algum grupo, pode treinar de maneira mais intensa este por um período e depois entrar em Taper.

taper 2

De maneira prática seria da seguinte maneira: imagine que o grupamento muscular que você queira desenvolver seja o quadríceps e os isquiotibiais. Dentro de um planejamento, você irá treinar estes músculos de forma intensa, de preferência com base na falha concêntrica, durante 5 dias seguidos e depois, passar de 7 a 8 dias sem que eles sejam solicitados em seu treino.

Este seria um modelo de Taper, que irá promover adaptações bastante acentuadas. Qualquer um pode fazer isso? Claro que não! Porém, em pessoas que queiram quebra de platô de desenvolvimento, isso pode ser feito. Além disso, é muito importante tomar o devido cuidado com a intensidade deste tipo de treino.

E a dieta, como fica no Taper?

 

Este é um ponto muito importante! Muitas pessoas enxergam o Taper como um período de “férias”. Pois bem, ele não tem nada a ver com férias! Neste momento, você precisa que sua dieta esteja muito bem alinhada, para que hajam nutrientes para suprir as necessidades da síntese proteica.

 

Leia também: 5 aspectos práticos de um treino de qualidade!

 

Por isso, a quantidade de micro e macronutrientes precisa estar alinhada com este objetivo. Mais um ponto importante para que o trabalho seja multidisciplinar!

A suplementação, a água e a alimentação precisa ser alinhada com este objetivo, senão, de nada vai adiantar fazer o Taper!

 

Neste vídeo, eu mostro um pouco mais sobre o Taper!

Caso você queira um treino periodizado, onde todos estes itens sejam levados em conta, conheça minha consultoria online! Bons treinos!

 

1 thought on “Taper, quando menos é mais em seu treinamento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *